ACHMG
1

Brumadinho

Região das artes

História e Palavra do Prefeito

História de Brumadinho

O município de Brumadinho está dividido em cinco distritos: Sede, Conceição de Itaguá (onde está hoje o antigo povoado de Brumado do Paraopeba, conhecido como Brumado Velho), São José do Paraopeba, Piedade do Paraopeba (desmembrado do município de Nova Lima) e Aranha. Nestes cinco distritos existem, além das 5 sedes distritais, 32 povoados.


Sua história remonta à época das entradas e bandeiras, tendo sido parte das rotas para a exploração e ocupação de Minas Gerais. Os vales do rios Pará, Paraopeba e das Velhas, bem como as serras da Mantiqueira e do Espinhaço formavam, para os bandeirantes paulistas, o sertão das conquistas.


Assim, os fatos que permeiam a história do município dividem-se em duas fases distintas. A primeira (final do século XVII e início do século XVIII) é marcada pela ocupação do Vale do Paraopeba pelas bandeiras e entradas. Foi nessa fase que surgiram os povoados de São José do Paraopeba, Piedade do Paraopeba, Aranha e Brumado do Paraopeba, em decorrência da passagem dos bandeirantes, sobretudo Matias Cardoso e Fernão Dias Pais. A segunda fase (início do século XX) se refere ao nascimento da atual cidade de Brumadinho. Ali surge um povoado em decorrência da construção de uma estação do Ramal do Paraopeba da Estrada de Ferro Central do Brasil, devido aos grandes depósitos de minério de ferro existentes no Vale do Rio Paraopeba. A Estação de Brumadinho foi inaugurada em 20 de junho de 1917.


Os bandeirantes não encontraram na região de Brumadinho a tão sonhada Serra de Esmeraldas, mas, em compensação, seus descendentes ficaram situados dentro de uma das regiões minerais mais ricas do mundo, hoje conhecida como Quadrilátero Ferrífero.


Antes de existir qualquer povoado no lugar onde hoje está a cidade de Brumadinho, as terras faziam parte do Distrito de Brumado do Paraopeba, pertencente, então, ao Município de Bonfim. Em 18 de setembro de 1914, através da Lei Estadual nº 622, esse distrito recebe o nome de Conceição de Itaguá. Em 7 de setembro de 1923, através da Lei Estadual nº 843, a sede do distrito de Brumado do Paraopeba é transferida para o recém formado povoado da Estação de Brumadinho.


Assim, Conceição de Itaguá deixa de existir como distrito. Mesmo com essas mudanças, o novo distrito de Brumadinho continuava pertencendo ao Município de Bonfim.


Em decorrência da Lei Federal nº 311, de 2 de março de 1938 que reorganizou o quadro territorial da República, o Governo de Minas Gerais baixou o Decreto-Lei nº 148, de 17 de dezembro de 1938,criando o Município de Brumadinho. Portanto, é nesta data que se comemora o aniversário da cidade.


Em 1º de janeiro de 1939, na sede das Escolas Reunidas, houve uma Assembleia de moradores, com as autoridades nomeadas, e instalou-se o Município, que recebeu os foros de cidade.


Este mesmo decreto anexa ao novo Município de Brumadinho, já desligado de Bonfim, os distritos de Aranha e São José do Paraopeba, então pertencentes ao Município de Itabirito, e Piedade do Paraopeba, desmembrado do Município de Nova Lima.


Em 1953, Conceição de Itaguá volta a existir como distrito, pertencendo a Brumadinho, através da Lei Estadual nº1039, de 12 de dezembro. Completava-se, assim, o atual quadro territorial: o Distrito Sede e seus quatros distritos de Aranha, Conceição de Itaguá, Piedade do Paraopeba e São José do Paraopeba.


Em 25 de maio de 1955, Brumadinho é elevado à categoria de Comarca Judiciária.


O nome do município é devido ao antigo povoado de Brumado Velho.


Conforme a história, os bandeirantes colocaram este nome na localidade devido às brumas (neblina) que se formavam na região, e que até hoje se formam no período da manhã.

Palavra do Prefeito

Falar desta terra é tão difícil como sentir o cheirinho do café com rapadura e da broa de fubá, quando o sol ainda está escondidinho entre as brumas, teimando em não aparecer. Falar deste lugar é falar de seu povo, de jeitinho simples e hospitaleiro, imbuídos de toda uma mineiridade, mas que carregam a fortaleza do ferro e a persistência dos bandeirantes. Gente alegre e generosa, que desbrava os caminhos e os segredos do bem viver.

Falar desta cidade é falar de riquezas naturais: do minério que brota gentilmente do ventre da terra, do rio Paraopeba que envolve esta cidade como uma mãe embalando um filho, do melhor clima dentre as cidades da região metropolitana, da exuberância da fauna e da flora que se estendem por todo o imenso espaço territorial deste município, propiciando o turismo e o lazer de qualidade.

Falar de Brumadinho é falar de progresso com responsabilidade, de um desenvolvimento sustentável que caminha a passos largos, sem perder de vista o respeito por suas raízes. É a modernidade que se constrói, pelas mãos de homens sérios e trabalhadores, que buscam incessantemente o progresso não apenas por capricho, mas sim para melhor servir ao seu povo, transformando esta cidade em um lugar melhor para todos.

Falar, no entanto, não é o verbo mais conjugado por nós oriundos das Minas Gerais. Por aqui se emprega o verbo olhar... Atentamente, e cuidadosamente observar, somente acreditando naquilo que se vê, e muito se tem visto nesta cidade nos dois últimos anos: em todas as secretarias o que se vê é trabalho constante, em prol da melhoria de vida do cidadão brumadinhense, dentro de uma perspectiva de crescimento ordenado do município.

Nunca se viu tanto trabalho tão diferenciado e comprometido com a humanização como o que é feito pela Secretaria de Saúde: construção de 09 unidades de saúde espalhadas por toda a zona rural do município; Reforma e adequação do Caps com um investimento em torno de R$ 400.000,00 (quatrocentos mil reais), Capsi e ambulatório de álcool e outras drogas; mutirão de exames de ultrassonografia, mamografia, cirurgias de varizes, acabando com uma demanda represada desde 2004; Investimento de mais de R$ 300.000,00 (trezentos mil reais) em móveis e equipamentos para estruturar as Unidades de PSF, fortalecendo assim a estrutura da Atenção Primária; Construção do PGRSS (Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos em Saúde), que serviu para normatizar o gerenciamento do lixo em Saúde, abrangendo tanto o setor público quanto o privado, contribuindo ainda para o Projeto Ambiental do município e por fim o inicio da construção do tão almejado hospital municipal.

A Secretaria Municipal de Educação com arrojo e competência vem desenvolvendo um trabalho de resgate e melhoria da qualidade do processo ensino/aprendizagem, buscando implantar a qualidade total na educação: ampliação e reforma dos Estabelecimentos de Ensino; compra de mobiliários, equipamentos novos e materiais de educação física para todas as 22 escolas municipais, merenda farta e saudável, cursos de capacitação para professores, agente de serviço e funcionários, aquisição de veículos para atender a demanda da alimentação escolar; máquinas de xérox em todas as escolas; inauguração de 05 salas de informática; construção de 02 quadras poliesportivas; eventos grandiosos que envolvem toda a população de Brumadinho como a realização do maior desfile de 07 de Setembro já visto pelo município; Congressos de Educação com a participação de ilustres palestrantes; Feira Cultural com apresentação de trabalhos desenvolvidos através de projetos nas escolas; parceria com a Fundação Vale para a implantação da Estação Conhecimento, cujo público alvo são crianças e adolescentes entre 06 e 18 anos, que participam de atividades nas áreas de esporte, cultura e educação, desenvolvendo potencialidades físicas intelectuais e emocionais.

A Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável busca fazer um trabalho de sustentabilidade, como a construção do aterro sanitário, drenagem e construção de muros para contenção de encostas às margens do Rio Paraopeba, reestruturação da coleta seletiva, plantio e revitalização das praças. A Secretaria Municipal de Administração tem como missão geral planejar, coordenar, supervisionar, normatizar, orientar e executar todas as atividades relacionadas à administração de pessoal, administração dos imóveis, do material e serviços gerais, de forma a garantir a prestação dos serviços municipais, de acordo com as diretrizes de Governo. A Secretaria Municipal de Governo tem como objetivo prestar assistência direta e imediata ao Prefeito de Brumadinho no desempenho de suas atribuições, especialmente na coordenação e na integração política das ações do governo municipal. A Secretaria de Planejamento compete coordenar o Sistema Municipal de Planejamento, licenciar obras particulares e projetos de parcelamento do solo, elaborar os projetos de obras públicas, fiscalizar o cumprimento do Plano Diretor. A Secretaria de Fazenda exerce a função de planejamento, arrecadação, fiscalização, controle e execução do Sistema Municipal Financeiro e de Tributação.

A Secretaria de Obras desenvolve um trabalho de revitalização da sede e de toda a zona rural, construção de 05 pontes, pavimentação asfáltica em uma área de 43.600 metros quadrados, pavimentação poliédrica, asfalto ligando a sede de Brumadinho ao Distrito de Piedade Paraopeba chegando até a BR 040, sendo este um anseio da população por mais de 30 anos de espera. A Secretaria de Esporte, Lazer e Eventos, além de propiciar eventos esportivos para crianças e adolescentes na Quadra Municipal de Esportes, trabalha conjuntamente com as escolas dando suporte aos jogos estudantis e implantação das Escolinhas de Futebol. Além dos eventos esportivos esta Secretaria trabalha em parceria com a Secretaria de Turismo e Cultura na organização e realização de todos os eventos que acontecem em Brumadinho como: Brumadinho Gourmet, evento gastronômico e cultural de grande repercussão; a festa de Rodeio, que traz grandes atrações artísticas; campeonato Mineiro de Motocross; a volta do Carnaval familiar; Dia da Bíblia, uma data que foi inserida no calendário municipal de eventos, e no ano de 2010 trouxe como atração a cantora gospel Aline Barros, que cantou para um público de 6.000 pessoas, teatro para população nas praças e na Quadra de Esportes. A Secretaria de Ação Social desenvolve ações estratégicas dentro das políticas públicas como o Bolsa Família, PETI, PROJOVEM; assistência, amparo e proteção as famílias carentes; estímulo e orientação a criação de associações e gerenciamento do repasse financeiro aos projetos comunitários.

A Secretaria de Agricultura, Desenvolvimento Econômico, Abastecimento e Pecuária, desenvolve, subsidia e orienta a produção agropecuária e a de agro negócios, propiciando aos pequenos produtores condições dignas de vida no campo, fomentando o desenvolvimento rural a partir da aquisição de equipamentos e caminhão refrigerado, no qual os produtores rurais possam gerenciar seu próprio desenvolvimento.
Este trabalho em rede, de todas as secretarias, só é possível em virtude de uma administração democrática, empreendedora que vislumbra, acima de tudo, um município ambientalmente sustentável, economicamente viável e socialmente mais justo.

Avimar de Melo Barcelos
Prefeito Municipal
2009-2012