ACHMG
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
1

Caeté

Regiao das tradições

Arte e Cultura

Artesãos e Artistas Plásticos


Casa do Artesão 
– Confecciona peças em tricô, crochê, fuxico, pintura em cerâmica, tecidos, telas, quadros, brinquedos  pedagógicos, artesanato em madeira pintadas e policromadas etc. além da confecção de cestaria com a palha da bananeira, onde o tronco é cortado, e extraindo vários tipos de fibra que dão origem a belos trabalhos artesanais. A resistência da fibra permite a criação de uma infinidade de produtos que ganham vida , empregados com técnica e criatividade. Entre as peças estão flores, bandejas, capas de agenda, porta-retratos, jogos americanos, caixas, cestos e bonecas.

Ateliê Sonhos de Boneca – As bonecas são confeccionadas em tecido em praticamente toda a sua estrutura, sendo apenas o enchimento composto por outros materiais.

Casa da Arte - Fabrica imagens sacras em gesso ou  resina, decoradas com técnicas distintas, dentre elas o douramento e o acréscimo de materiais que produzem efeito de vestimentas.

Grupo de Bainha Aberta Tia Lica - Técnica de origem portuguesa que teve entrada em Minas Gerais, em meados do século XVIII, durante o período do ciclo do ouro. Em Caeté, o saber foi mantido por meio da oralidade, passado de pais para filhos. São produzidas diferentes peças, dentre as mais encontradas estão: lençóis, viróis, fronhas, panos de prato, forros de bandeja, caminhos e toalhas de mesa.

Associação dos Artesãos de Produtos Caseiros do Morro Vermelho -  Confeccionam artesanatos com palha da banana e do milho, doces, peças em tricô, crochê, lã e bordados em tecidos, etc.

Músicos


Sociedade Musical Santa Cecília


Fundada em 1º de Julho de 1936. Como não tinha sede própria, os ensaios eram realizados em uma garagem. Na época em que a sociedade musical havia sido fundada, a economia do município girava em torno da Cia.Ferro Brasileiro S.A, responsável por patrocinar a Sociedade Musical. Seu repertório principal abrange bolero, choro, dobrados, marchas, valsa, música erudita e sacra. A Sociedade Musical possui atualmente 42 integrantes e as apresentações geralmente ocorrem em festividades da cidade e de outros municípios, além de encontros de bandas.

Contra-Dança

Grupo de dança folclórica que se caracteriza por apresentar vestimentas tradicionais e acompanhamento musical, geralmente são casais jovens em número par, que desenvolvem oito atos diferentes, sendo a abertura e encerramento ao som de uma valsa. Esta manifestação data-se do domínio do povoamento do arraial de Morro Vermelho em 1700, com a colonização portuguesa no Brasil. Era programada para divertir os grandes senhores e se realizava em qualquer espaço com os figurantes ao ritmo das músicas, passos e manejos típicos.
Entre os dançarinos existe o coice e o guia e são os dois pares principais na evolução da contra-dança.


Boi da Manta e Geni Zeppelling


É um bailado cômico-dramático, cujo enredo de grande simplicidade envolve situações de peripécias até que se mata o Boi. Simbolicamente faz-se então a distribuição de sua carne e, posteriormente assiste-se a sua ressurreição. Dentro da carcaça que o representa, um homem executa as peripécias que lhe são peculiares: chifradas, e marradas com acompanhamento musical e executando passos de dança. Além do Boi, outro personagem importante é o toureiro, que com seu traje brilhante persegue o Boi durante toda a apresentação, agitando uma manta vermelha. A apresentação conta com a participação de bonecos com aproximadamente 3 metros de altura construído de papel machê.

Aluá

É uma das manifestações mais antiga do Distrito de Morro Vermelho. Seu início data-se aproximadamente de 1650  no Arraial  de  Vira  Copos, quando os escravos ali instalados. Sentindo  necessidade de cultuar a Santa de sua devoção, faziam caixas de lata, chocalhos, tamborins com couro de animal e assim dançavam e cantavamem versos. Porém, isso era feito às escondidas, normalmente nas senzalas, pela madrugada. A manifestação é marcada por um cortejo, onde os irmãos de Vara levam o estandarte até a Capela de Nossa Senhora do     Rosário. O cortejo é acompanhado por músicas produzidas em instrumentos característicos e chegando à capela é proclamada a ata e logo a seguir começam os cantos em homenagem a Nossa Senhora. É nesse momento que é feita a distribuição do Aluá, uma bebida ao que tudo indica era feita da fermentação de restos de frutas, cascas, entre outros alimentos utilizados pelos senhores. A bebida não era adoçada e quando conseguiam algum mel, a manifestação se animava. Atualmente é feita utilizando abacaxi, farinha de mandioca e rapadura.

Cavalhada de Nossa Senhora de Nazareth

A Cavalhada de Nossa Senhora de Nazareth de Morro Vermelho vem sendo respeitada anualmente na noite de 07 de Setembro. Em suas características originais, ela enfoca a luta entre mouros e cristãos que culmina com a vitória dos cristãos, a conversão dos mouros e o pacto de aliança. Doze cavaleiros cristãos e doze mouros conduzem a Bandeira de Nazareth até a praça enfeitada, onde são recebidos por fogos de artifício, repiques de sino, banda de música e aplausos da multidão. A Cavalhada começa com o Imperador mouro saudando a Bandeira do embaixador cristão, que também a venera. Logo depois, os mouros hasteiam a Bandeira de Nazareth em seu reino, simbolizando que adotaram a fé cristã.

Para selar a paz, os embaixadores dão novas embaixadas, cristãos e mouros entrelaçam fitas no mastro, amarrando o compromisso de fé aos pés de Nossa Senhora. Unidos, os cavaleiros fazem uma série de evoluções, encenam um oito ( união de dois povos ), uma meia lua ( início de uma amizade crescente ), assistem a um espetáculo pirotécnico ( queima de deuses pagãos) e fazem novas evoluções.

O mastro que recebe em seu topo a Bandeira de Nossa Senhora Nazareth, tem em média 18Km de comprimento e no dia da Cavalhada é pintado de branco e recebe oito fitas: Duas azuis, duas vermelhas, duas brancas e duas verdes, que são trançadas pelos cavaleiros.

Congado Nossa Senhora do Rosário e do Divino Espírito Santo

É o grupo mais antigo de congado do município, é composto por crianças e adultos, totalizando quarenta pessoas. As apresentações ocorrem na Festa de Nossa Senhora do Rosário e em festividades religiosas, além de encontros de congados no município e em cidades vizinhas.

Congado de Santo Antônio

Foi criado em 13 de outubro de 1996, por ex-integrantes do congado de Nossa Senhora do Rosário. O grupo é composto por aproximadamente 30 pessoas e as apresentações também ocorrem em encontros e festas religiosas na cidade e cidades vizinhas.

Coral Juvenal Alves Vilela

Criado em 1946 com o nome de Coral Santa Cecília , o Coral Juvenal Alves Vilela foi fundado pelo Sr. Juvenal Alves Vilela, nascido no município de Nova Lima. Sua aptidão pela música era visível, aos 24 anos já era regente da Corporação Musical União Operária, além de ter integrado outras instituições musicais.

Atualmente possui 35 integrantes e se apresenta com ou sem instrumentos no Brasil inteiro. Conta um regente profissional e se caracteriza por ser Políssonos.(cantam em quatro vozes ).

 

Teatros