ACHMG
0
0
0
0
0
0
0
0
1

Conceição do Mato Dentro

Região das histórias

Publicada em: 17 de abril de 2018

Tabuleiro Jazz Festival


Evento vai reunir nomes consagrados do jazz no Brasil e no mundo,


além de atrações musicais locais,  gastronomia regional e oficinas infantis


 

Um dos cenários de maior beleza natural do Brasil será palco de uma grande celebração do jazz contemporâneo, reunindo expoentes do gênero no país e no mundo. De 27 a 30 de abril, a cidade de Conceição do Mato Dentro (MG) recebe o Tabuleiro Jazz Festival.

 

O evento, realizado pela prefeitura do município, contará com a participação de artistas conceituados, tendo como palco o distrito de Tabuleiro, região caracterizada por natureza exuberante e com fortes tradições culturais, numa sintonia perfeita entre música e natureza.

 

Nomes consagrados do jazz mundial, como Toninho Horta (BR), Paul McCandless (EUA), Paul Hanson (EUA), Stephan Kurmann (SUI) e Michael Eckroth (EUA), além de grandes artistas da MPB e da música instrumental, como Joyce Moreno, Carlos Malta, Magno Alexandre, Enéias Xavier, Marcio Bahia e Lincoln Cheib têm presença confirmada no evento.

 

Também participarão do festival, artistas locais e regionais, como Caxi Rajão Trio, Estevam Rupestre, Filipe Gaeta, Deco Lima e convidados.

 

Além dos shows, o Tabuleiro Jazz Festival contará com uma feira de gastronomia regional, com a participação do chef Danilo Simões, oficinas musicais infantis, apresentação da peça “Maria Saudade”, da Teatro & Cia Condelon, e a Marujada de Conceição do Mato Dentro, manifestação folclórica da cidade.

 

De acordo com o prefeito de Conceição do Mato Dentro, José Fernando de Oliveira, o festival foi concebido com o objetivo de promover a cultura e fomentar a economia do município. “A cidade tem grande vocação para o ecoturismo e fortes tradições culturais. Nossa intenção ao colocar Conceição do Mato Dentro na rota de grandes eventos é reforçar esses atrativos junto ao público, atraindo assim novos visitantes e incrementando a economia local’, afirma.

 

Programação diversificada

 

A multiplicidade de estilos é uma das características do Festival, que reunirá apresentações em formatos diversos - desde violão e voz, passando por trio, quarteto e quinteto de jazz, até uma banda de pífanos. “A escolha dos convidados, bem como a montagem da grade dos shows, tem como objetivo promover a diversidade através do contraponto de tendências. São músicos de muitos países, gerações e estéticas distintas. Alguns deles se encontrarão pela primeira vez no palco do Festival, o que é natural em tradições musicais em que a improvisação é um pilar fundamental. Nossa intenção é apresentar expressões musicais bem diversificadas dentro de um universo que, a despeito de sua amplitude, talvez ainda se possa definir com a palavra jazz”, explica o curador do Festival, o violonista mineiro Aliéksey Vianna.

 

Na concepção do evento, houve a preocupação também em valorizar a produção local na programação. “Os shows e concertos geralmente contarão com a participação de mais de um artista, mesclando atrações locais e internacionais”, explica o idealizador do Festival, Carlos Brandão.

 

A expectativa é de que o Festival, que tem entrada franca, atraia público de várias partes do país, tanto para assistirem aos shows, quanto para participarem desta experiência única, que reunirá em um belo cenário natural, boa música, gastronomia e outras manifestações culturais.

 

 

 

O cenário - Conceição do Mato Dentro

A natureza de Conceição do Mato Dentro, localizada na região Central de Minas, é um espetáculo à parte. Referência nacional no ecoturismo, o município conta com várias cachoeiras, grutas, piscinas naturais, sítios arqueológicos e imponentes paredões rochosos. Entre as suas grandes belezas, está a Cachoeira do Tabuleiro, a maior de Minas e a terceira do Brasil, considerada uma das sete maravilhas da Estrada Real.

 

Além das belezas naturais, Conceição do Mato Dentro se destaca pela riqueza de seu patrimônio arquitetônico, com construções do século XVIII, de sua gastronomia, com o famoso pastel de angu e os doces mineiros, e também pelas manifestações culturais e festas religiosas.

 

Programação:

 

Dia 27

 

Grande Palco

 

20h – Estevam Rupestre e a Marujada do Mestre Chiquito Máximo.

21h – Deco Lima convida

22h – Filipe Gaeta Blues Band

23h – Caxi Rajão Trio

 

 

Dia 28

 

Grande Palco

 

18h -  Paul Hanson e Magno Alexandre Quarteto (EUA/BH)

- Paul Hanson – fagote

- Magno Alexandre - guitarra

- Enéias Xavier - baixo

- Márcio Bahia - bateria

 

20h - Joyce Moreno e Toninho Horta (RJ/BH)

- Joyce Moreno - voz e violão

- Toninho Horta - voz e violão

 

22h – DJs Vintage Rodolfo e Alisson

 

 

Dia 29

 

Grande Palco

 

18h - Aliéksey Vianna Trio (SUI/BH) convida Paul McCandless (EUA) e Michael Eckroth (EUA) (Lançamento do DVD “Ébano")

- Paul McCandless - sax soprano, corne inglês e clarone

- Michael Eckroth - piano

- Aliéksey Vianna - violão

- Stephan Kurmann - baixo acústico

- Lincoln Cheib - bateria

 

 

20h - Carlos Malta e Pife Muderno (RJ)

- Carlos Malta (direção musical, arranjos, flautas e saxofones)

- Andréa Ernest Dias (flautas)

- Bernardo Aguiar (pandeiro)

- Oscar Bolão (pratos e tarol)

- Durval Pereira (zabumba)

 

 

22h – DJs Vintage Rodolfo e Alisson

 

Dia 30

 

15h - Exibição de saltos de base jump (Cachoeira do Tabuleiro)

 

16h – Marujada Conceição do Mato Dentro (Centrinho do Distrito)

 

17h – Apresentação dos grupos musicais Pipiruí e Cataventoré e Oficina de Pífano (Anfiteatro da Cachoeira de Tabuleiro)

 

19h – Apresentação das Crianças “Clubinho do Jazz” (Anfiteatro da Igrejinha de Tabuleiro)

 

20h – Peça de teatro Maria Saudade – Maria Tiná (Igrejinha de Tabuleiro)

 

 

 

Tabuleiro Jazz Festival

27 a 30 de abril

Local:  Tabuleiro - MG

Entrada franca

Informações: 31 3868-2223

 

=======

Claudia Brandão – Tel.: (31) 98829-8819

claudia@parolecomunicacao.com.br