ACHMG
0
0
0
0
0
0
0
0
0
1

Diamantina

Região das histórias

Publicada em: 12 de abril de 2018

COMEÇA A TEMPORADA DE VESPERATA EM DIAMANTINA


Primeira apresentação de 2018 acontece neste sábado, dia 14 de abril, na rua da Quitanda

A Temporada de 2018 da Vesperata de Diamantina começa neste mês, com a primeira apresentação marcada para o próximo sábado, dia 14. No dia 28 de abril, também tem Vesperata. Ao todo, serão 16 apresentações neste ano, programadas até o mês de outubro (veja quadro).
No espetáculo, que tem como palco a histórica Rua da Quitanda, músicos da Banda da Polícia Militar de Diamantina, sobre a regência do maestro Everton da Luz Ferreira, e da Banda Mirim Prefeito Antônio Carvalho Cruz, regida pelo maestro Patrick Aguilar, vão tocar seus instrumentos das sacadas dos casarões, ecoando sonoridade por todo o centro histórico da cidade que é Patrimônio Cultural da Humanidade.
A apresentação terá início às 20h, com duas horas e meia de duração. Além das duas bandas tradicionais, há ainda a apresentação de mais dois grupos musicais.

RESERVA DE MESAS
A Minhas Gerais Turismo foi a empresa vencedora do processo de licitação realizado pela Prefeitura Municipal de Diamantina para produzir a Vesperata e comercializar as mesas.
Uma mesa de quatro lugares está à venda por R$ 180,00. Parte do dinheiro arrecadado é utilizado para pagamento dos cachês das bandas, gerando renda e incentivando a musicalidade no município.
A reserva e compra de mesas podem ser feitas pelo telefone (38) 3531-1667, na agência Minhas Gerais, na rua da Quitanda, 22, 1º andar, no Centro de Diamantina. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail faleconosco@minhasgerais.com.
O primeiro procedimento licitatório com objetivo de contratar uma empresa para realizar a produção executiva e a comercialização de mesas para a Vesperata foi realizado no ano de 2011, motivado pela intervenção do Ministério Público, que atuou para regularização da gestão do evento, pela atuação da administração municipal, que deu início a uma série de ações com o objetivo de promover a reestruturação da Vesperata em vários de seus aspectos como produto turístico e artístico-cultural, e também pelo setor de hospedagem, que desejava uma forma mais garantida de os turistas adquirirem mesas para o evento.

HISTÓRIA
O nome Vesperata é oriundo das práticas musicais da Diamantina do século XIX, quando, no período das vésperas – parte da Liturgia das Horas, celebrada entre 15h e 18h – músicos tocavam seus instrumentos das sacadas dos casarões antigos para impressionar os pedestres.
A Lei 22.456, de 23 de dezembro de 2016, reconheceu a Vesperata de Diamantina como Patrimônio Cultural de Minas Gerais. O Projeto de Lei que originou o reconhecimento levou em consideração a importante contribuição da Vesperata de Diamantina para a manutenção das bandas de música e para a preservação da musicalidade em Minas Gerais.
A Vesperata de Diamantina já recebeu também o reconhecimento do Governo Federal, quando em 2010 o Ministério do Turismo concedeu ao evento o Troféu Roteiros do Brasil, por sua importância na promoção da Sustentabilidade Cultural do Município, fomentando o turismo, o comércio, a economia local e o cenário cultural.

DATAS DA VESPERATA EM 2018

14 e 28 de Abril
05 e 26 de Maio
09 e 23 de Junho
07, 14 e 28 de Julho
04, 18 e 25 de Agosto
15 e 29 de Setembro
13 e 20 de Outubro

BANDA DA POLÍCIA MILITAR
A Vesperata conta sempre com a participação da Banda da Polícia Militar de Diamantina e da Banda Mirim Prefeito Antônio de Carvalho Cruz. A cada edição, outros grupos musicais também têm a oportunidade de participar do evento.
A Banda da Polícia Militar de Diamantina - Banda de Música do Terceiro Batalhão, foi criada em 1891, e é atualmente a agremiação musical mais antiga dessa corporação – completa este ano 127 anos de atividades.
Segundo Entreportes e Fernandes (2007 p.98), o fundador da banda teria sido João Batista Teixeira, que a criou de maneira oficiosa, recrutando músicos das bandas civis Corinho e Corão, organizadas no início da primeira metade do Século XIX. Assim, a banda militar passou a oferecer retretas nos coretos, jardins e praças da cidade.
Posteriormente, sob a regência do maestro João Batista de Macedo, a banda começou a se apresentar de forma inovadora durante a execução das retretas, pois se dividia em grupos de músicos que se posicionavam ao lado da Igreja da Sé, no coreto e em sacadas de casarões nas ruas ao entorno.
Partiu daí e de outras tradições em que se utilizava as sacadas a reinvenção da tradição que transformou em um concerto, com a participação de duas bandas, o evento que passou a ser denominado de Vesperata, por ocasião da campanha de registro de Diamantina como Patrimônio Mundial, no final da década de 1990.
Além da Vesperata, a Banda de Música do Terceiro Batalhão da Política Militar tem papel fundamental na participação em geral na vida musical e das tradições de Diamantina.
BANDA MIRIM
Banda Mirim Prefeito Antônio de Carvalho Cruz foi criada em 1985 com o intuito de contribuir para o desenvolvimento das crianças e adolescentes de Diamantina, advindos, em sua maioria, das comunidades periféricas com grandes índices de riscos sociais.
A convite do governo Francês, representou o Brasil na cidade de Brive lá Gaillarde, ao sul da França, em um dos maiores encontros mundiais de Orquestras Jovens. É também uma das co-fundadoras e protagonista de uns dos maiores eventos culturais/turísticos de MG, a Vesperata.
A banda funciona há 30 anos como uma escola, formando músicos que atuam em várias cidades da região na formação de outras bandas. A Banda Mirim participa intensivamente das manifestações tradições e cívicas do município. (Fonte: Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Patrimônio)

COMERCIALIZAÇÃO DE MESAS
Agência Minhas Gerais: Rua da Quitanda, 22, 1º andar, Centro, (38) 3531-1667 | faleconosco@minhasgerais.com
MAIS INFORMAÇÕES
Centro de Atendimento ao Turista: Praça Antônio Eulálio, 53, Centro, (38) 3531-9532 | turismo@diamantina.mg.gov.br