ACHMG

Diogo de Vasconcelos

Região das artes

História e Palavra do Prefeito

História de Diogo de Vasconcelos

 

Inicialmente foi fundado o povoado de São Domingos pelo Pe. Domingos Pinto Coelho da Rocha, que foi elevado à freguesia em 1881 e em 1882 já possuía paróquia e capela ao Santo São Domingos de Gusmão.

Recebeu em 1923 a denominação de Vila de Vasconcelos e em 1928, recebeu o atual nome, Diogo de Vasconcelos em homenagem ao historiador Diogo Luiz Pereira de Vasconcelos. Finalmente, em 1962 foi emancipado e elevado à município.

A região mais central do estado tem sua história ligada diretamente às minas de ouro. A região foi explorada exaustivamente pelos colonizadores portugueses, tropeiros e bandeirantes no começo do século XVII, exploração que durou até o final do século XVIII com o fim das reservas de ouro na região. Hoje é sem dúvida a região mais rica de Minas graças à economia diversificada, tanto rural quanto industrializada. O clima na região é quente e úmido no verão e no inverno seco e frio. Nos dias atuais, a região permanece conservada preservando seus traços culturais.

Diogo de Vasconcelos possui uma população essencialmente agrícola, 78% dela encontra-se dispersa na Zona Rural. Seu conjunto Urbano ainda conserva um número considerável de edificações oriundas de suas primeiras décadas.

Na cidade, o artesanato é forte e destaca-se, na produção de panelas de pedra sabão, cachaça mineira, rapadura, açúcar mascavo, queijo, requeijão e cestaria.

No aspecto cultural a Cidade possui Bandas de Música, União Musical São Domingos, Banda Pingo D'Água e Coral São Domingos, ligada à área de turismo, Município participa de um Circuito na Estrada Real.

Rosângela Macedo de Souza

Ainda estamos preparando o conteúdo desta página.
Volte em breve e veja o que separamos para você