ACHMG
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
0
1

Itabira

Região das riquezas

Publicada em: 22 de março de 2012

IX Aniversário do Museu do Tropeiro


Região das Riquezas
Município: Itabira
Local: Museu do Tropeiro – Travessa Professor Manoel Soares, 217, Distrito de Ipoema, Município de Itabira-MG
Data: de 29 a 31 de Março de 2012
Organização: Prefeitura Municipal de Itabira
Informações: Telefone 31-3833.9254 e-mail: museudotropeiro@yahoo.com.br

Descrição:

Compõem as festividades de comemoração do nono aniversário do Museu do Tropeiro as seguintes atividades:

Semana da Cultura Tropeira

De 29 a 31 de março, com palestras e Oficinas

Quinta-feira – dia 29/03

Local: Escola Estadual Professor Manoel Soares

• 8:00 às 8:45 horas – Tropeirismo em Minas Gerais e Caminhos Coloniais – professor, presidente e consultor da ONG NATA (Núcleo dos Amigos da Terra e Água) : Carlos Roberto Solera - Paraná

• 8:45 às 9:30 horas – Empreendedorismo e Tropeirismo – professor e turismólogo : Eduardo Zardo – Paraná

• Intervalo – 15 minutos

• 9:45 às 11:15 horas – Tropeirismo nas Escolas – Jogo do Tropeiro (palestra show) – professor, cancioneiro e Técnico em Turismo Rural : Silvestre Alves Gomes – Paraná

Oficinas

Oficina do Couro – Bruacas e Cangalhas

Local: Rancharia do Museu do Tropeiro

Horário: 8:30 às 10:30 horas e 14:30 às 16:30 horas

Professor e artesão Marco Aurélio Angelini (Zoreia) – Rio Grande do Sul

Vagas: 20

Oficina de Danças Tropeiras

Local: Centro Comunitário de Ipoema

Horário: 8:30 às 10:30 horas e 14:30 às 16:30 horas

Professor Valter Fraga Nunes e professora e dançarina Lair Nascimento - Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Vagas: 20

Observação: Para a Dança dos Facões, somente maiores de 18 anos.

Encontro dos IPHANs Estaduais em Itabira/Ipoema

Coordenação Dr. Leonardo Barreto de Oliveira – Superintendente do IPHAN-MG

29 de março – quinta-feira- Itabira

• 14:00 h - Chegada dos superintendentes do IPHAN a Itabira

• 15:00 h - Visita a pontos culturais de Itabira

• 16:00 h- Recepção pelas autoridades de Itabira na Fazenda Pontal - Casa de Carlos Drummond de Andrade, com apresentação de vídeo institucional de Itabira e tópicos sobre o Programa Municipal de Cultura e outros.

• 18:30 h - Traslado para Ipoema e hospedagem em pousadas locais

• 20:00 h - Jantar e apresentação cultural dos valores locais

• 30 de março – sexta-feira - Ipoema

• 07:30 h- Alvorada Tropeira – Silvestre Gomes

Café Tropeiro - Rancharia do Museu do Tropeiro

• 09:00 h - Visita Guiada ao Museu do Tropeiro

• 10:30 h – Visita à Exposição do Varal Literário Escolar sobre Tropeirismo com a participação da Escola Estadual Professor Manoel Soares - dos 15 alunos vencedores acompanhados de professores. Serão escolhidos os três primeiros lugares de redação e

• 11:00 h - Abertura da Reunião Técnica no Centro Comunitário de Ipoema

Apresentação dos objetivos do Projeto Tropeiro Brasil – NATA-Brasil / UdG

- Espanha; processo de parceria e demais ações desenvolvidas pela administração municipal de Itabira e Museu do Tropeiro sobre a temática.

Apresentação de clipping (15 minutos) sobre o SIT Ipoema.

12:00 h - Intervalo para almoço

14:00 h - Continuação da Reunião Técnica (propostas nacional com IPHAN)

Entrega do Relatório Técnico do SIT Ipoema (Seminário Internacional do Tropeirismo) aos participantes.

Entrega da Carta Tropeira de Ipoema e Discussão das proposições.

Propostas de Calendário para futuras ações do projeto de Resgate e Valorização Nacional do Tropeirismo.

18:00h - Entrega do Diploma "Ordem da Cultura Tropeira

• participantes.

Apresentação Cultural

• 18:30 horas – Encerramento Oficial para o projeto de Itabira" aos Cortejo Seresta Luar de Prata de Itabira
Festividades do Aniversário do Museu

30 de março

Pela manhã, saída dos cavaleiros:

06:00 horas – Comitivas de Santa Luzia

08:30 horas – Comitivas de Taquaraçu de Minas

10:00 horas – Comitivas de Santa Bárbara, saindo da Praça da Matriz de Santo

Antônio conforme tradição.

16:00 horas – chegada dos cavaleiros à Fazenda do prefeito João Izael

19:00 horas – recepção dos cavaleiros em Bom Jesus do Amparo pelo prefeito Pedro

Sábado – 31/02

10:00 horas – saída dos cavaleiros de Itabira – Fazenda Brejaúba, localidade do Bamba

11:00 h – saída dos cavaleiros de Bom Jesus do Amparo

11:30 h – saída dos cavaleiros de Senhora do Carmo

14:00 h – encontro de cavaleiros – concentração na fazenda do Ênio Lage em Ipoema

16:45 h – saída dos cavaleiros da Fazenda de Ênio Lage para o Museu do Tropeiro

17:00 horas – Desfile e bênção dos cavaleiros e animais pelo Padre José Marcelino,

em frente ao Museu do Tropeiro.

A bênção é cuidadosamente preparada para que a água benta deixe boa sorte aos 1500 cavaleiros, aproximadamente.

As plantas do ramalhete são escolhidas para transmitir fé, coragem, alegria, amizade e união, tão comuns entre os tropeiros. São elas: o hortelã, manjericão, alecrim e erva cidreira. A fita do ramalhete é amarela para representar a alegria, o ouro e a sabedoria.

• Abertura: 10 Dragões da Inconfidência do Regimento de Cavalaria Alferes

Tiradentes

Relembrando que o alferes Tiradentes também foi tropeiro.

Os Dragões da Inconfidência fortalecem a história da Cavalaria pelos caminhos da Estrada Real

Mulheres do Tropeirismo – Quatro mulheres desfilarão com indumentárias tropeiras, logo após a entrada dos

Dragões da Inconfidência. Estarão com estandartes em homenagem aos 110 anos do poeta Drummond.

As indumentárias e os estandartes têm assinatura da design e artista plástica Elisa Grossi Fabrino que busca na bordaria expressar a força da cultura tropeira nos poemas do poeta itabirano.

Mostra Tropeiros do Sul - a interligação do Tropeirismo com Minas Gerais Cavaleiros e cavaleiras, devidamente vestidos com a “pilcha gaúcha”, homenagearão o Museu do Tropeiro e a comunidade itabirana e os tropeiros das Minas Gerais.

• Desfile das Comitivas de Cavaleiros das várias regiões das Minas Gerais

• Cortejo Tropas do Triunfo

09 tropeiros em lombos de burros fecharão o Desfile de Cavaleiros trazendo o ramo da palmeira como estandarte, abrindo os caminhos do triunfo. A religiosidade tão comum entre os tropeiros se manifesta de forma simbólica lembrando da entrada triunfal de Jesus em Jerusalém no domingo de Ramos, montado em um jumento, animal que deu
origem aos muares.

Um show de visualidade e harmonia, criatividade tendo como alicerce os resplendores de fé da cultura tropeira.

18:00 horas - pronunciamento do prefeito João Izael e demais autoridades agendadas pelo Cerimonial.

18:30 horas - Missa Aliança Tropeira - frente à Matriz de Nossa Senhora da Conceição Levamos em consideração, a religiosidade dos tropeiros e o papel significativo da igreja na formação da cultura do país.

Tropeiros não viajavam em dias santificados, o que seria um desrespeito a Deus. Caso houvesse missa em alguma cidade ou povoado, marcavam presença.

Celebração: Padre José Marcelino e acompanhamento de Quincas da Viola e Trem de Minas

Após a Missa Aliança Tropeira

19:30 horas - Manifestações culturais de Ipoema

- Estaladores de Chicotes

- Lavadeiras de Ipoema

- Sons da Tropa

- Meninos do Berrante

- Meninas Trovadoras

- Trança-Fitas

Chora Viola

• Quincas da Viola e Trem de Minas - voz, viola e sanfona de 08 baixos (cabeça de égua) Quincas da Viola, violão e voz Dito Rodrigues, flauta transversal Leo Macedo, rabeca Rodrigo Salvador, percussão imitando os sons da natureza Aender Reis e baixo Pedro Gomes.

Danças Tropeiras do Sul com Valter Fraga Nunes e Lair Nascimento.

Participação especial do cancioneiro da Rota dos Tropeiros – Silvestre Alves Gomes - Paraná

João Mineiro e Mariano – duas vozes, sanfona, bateria, dois teclados, guitarra, violão, sanfona.

Sérgio & Delson – voz, bateria, baixo, teclado, violão.