ACHMG
0
0
0
0
0
1

Mariana

Região das artes

Publicada em: 17 de março de 2015

Semana Santa em Mariana


 

Espetáculo de fé e tradição nas ruas da histórica Mariana

Considerada o berço da religiosidade mineira, a cidade de Mariana – sede do primeiro bispado de Minas Gerais, criado há mais de 250 anos – prepara um verdadeiro espetáculo de devoção e fé para a Semana Santa 2015. A celebração é uma das mais tradicionais do estado, e atraem milhares de visitantes, este ano, a expectativa da Secretaria de Cultura e Turismo é receber mais de 15 mil turistas.

A cidade que nasceu sob o signo da fé, preserva uma maneira peculiar de reviver a Semana Santa. Por aqui, se mantêm tradições que datam dos séculos XVII e XVIII, ocasião em que podem ser admiradas imagens e peças sacras com mais de 300 anos. Essas peças ficam sob a tutela da Arquidiocese de Mariana, guardadas todo o ano no Museu de Arte Sacra anexa a Catedral Basílica da Sé.

Em Mariana, as celebrações começam mais cedo, no sábado (28/03), com a tradicional “Missa da Unidade”, na Catedral da Sé. Presidida pelo arcebispo dom Geraldo Lyrio Rocha, o rito marca Tríduo Pascal, com a consagração dos sacerdotes e a bênção dos santos óleos: batismo, crisma e unção dos enfermos.

Essa cerimônia costuma ocorrer na Quinta-feira Santa, há sete anos foi antecipada em Mariana para que os padres e as religiosas dos 79 municípios que integram a arquidiocese, e que ficam mais distantes, pudessem participar dessa cerimônia na Catedral da Sé e retornar a tempo para celebrar a Semana Santa em suas paróquias.

No Domingo de Ramos (29/03), os devotos saem em procissão, com ramos nas mãos, recebem as bênçãos do arcebispo. A celebração, que antecede a Páscoa, recorda a entrada de Jesus Cristo em Jerusalém, dias antes de sua morte.

Outra passagem que emociona os fiéis em Mariana é o Sermão do Encontro, na Terça-feira Santa (31/03). A cerimônia acontece na Praça Minas Gerais, um dos espaços públicos que reúne um dos mais belos conjuntos arquitetônicos brasileiros: as igrejas de Nossa Senhora do Carmo e a de São Francisco de Assis, construídas uma ao lado da outra.

Na Quinta-feira Santa (02/04), na noite em que os católicos relembram a última ceia do Senhor com os apóstolos, o arcebispo revive uma passagem bíblica em que Jesus Cristo, num gesto de humildade, lavou os pés dos apóstolos. Em Mariana, a cena é revivida na Catedral da Sé, com a lavagem dos pés de pessoas da comunidade.

A paixão e morte de Cristo, na Sexta-feira Santa (03/04), são recordadas pelo Sermão do Descendimento, na Praça Minas Gerais. A cerimônia que faz muita gente se emocionar e leva uma multidão para a procissão de enterro e o cortejo que segue pelo centro histórico. No Sábado de Aleluia (04/04), os fiéis se colocam em vigília, à espera da chegada da ressurreição do Senhor no Domingo de Páscoa.

É na Páscoa que a cidade se enche de cores com espetáculo de fé, uma tradição que perdura por séculos. Neste dia, as ruas voltam a ser enfeitadas e as janelas decoradas com colchas de retalho, toalhas bordadas e vasos de flores. A decoração este ano estará a cargo dos moradores e artistas locais. Ao som dos sinos, a igreja anuncia o início da procissão, tradição que remonta o século XVIII, acompanhadas de crianças vestidas de anjos, passando por ruas repletas de tapetes.

 
-

Almas saem em procissão na Sexta-feira

Uma das atrações da Semana Santa de Mariana é a “Procissão das Almas”, manifestação cultural popular única no estado de Minas Gerais, que ocorre na madrugada de Sexta-feira da Paixão para o Sábado de Aleluia. O evento é organizado pelo Movimento Renovador de Mariana e levam de moradores e turistas a reviverem a antiga lenda. Da porta de um cemitério, pessoas vestidas com túnicas brancas saem em procissão, caminhando pelas ruas, arrastando correntes numa procissão iluminada por velas, entoando cânticos e murmúrios, revivendo a antiga lenda, a “Procissão do Miserere”.

A professora emérita da UFOP, Hebe Rola, 80 anos, é uma das coordenadoras da procissão e destaca a importância da iniciativa para resgatar a cultura marianense. “A procissão é parte da memória marianense, é importante para as pessoas conhecerem a história da nossa cidade, contada pelo povo e uma forma de educação popular”, disse. Para a professora, a Procissão das Almas não é totalmente folclórica. Pelas suas pesquisas, ela descobriu que no século XVIII os franciscanos já faziam a procissão para recordar os fiéis da época que podiam morrer a qualquer hora e que os homens precisavam estar preparados para a morte.

Essa procissão foi narrada, pela primeira vez, pelo escritor e historiador Waldemar de Moura Santos, um dos fundadores da Casa de Cultura - Academia Marianense de Letras, no seu livro “Lendas Marianenes”, editado pela Imprensa Oficial do Estado de Minas Gerais, em 1966.

-

Confira a síntese transcrita do referido livro.

Reza a lenda que, nesta época do ano, “os mortos saem do cemitério, em procissão, e vão até a igreja, passando por todo Centro Histórico”. Conta-se que, certa vez, uma mulher, muito conhecida na cidade, por ficar vigiando a vida alheia, abriu a janela no momento em que passava essa “procissão dos mortos” em sua rua.

Um dos “integrantes do cortejo” saiu da fila e entregou-lhe uma vela acesa, que foi depositada ao lado de sua cama. No dia seguinte, quando a mulher acordou, percebeu que a vela havia se transformado em um osso.

À noite, ela ouviu alguém chamando pelo seu nome e, ao atender à porta deparou-se com um esqueleto que lhe pedia este osso. A mulher tomou um grande susto, caindo morta ali mesmo. Séculos depois, a população mantém-se guardiã desta história repassando-a de geração a geração.

-

Hotsite com atrações da Semana Santa 2015

Já está no ar a página destinada à programação da Semana Santa 2015. Criada pela equipe de comunicação da Prefeitura de Mariana, em parceria com a Masterix, o hotsite tem como objetivo oferecer informações sobre esta tradição cultural, buscando ampliar a nossa participação no segmento de turismo religioso, setor que gera renda e contribui para o desenvolvimento da nossa cidade.

Segundo dados do Ministério do Turismo, em 2014 pelo menos 15 milhões de brasileiros se movimentem entre os mais diversos destinos religiosos no país. E se queremos fazer parte desta rota, apresentamos as nossas atrações.

Na página especial da Semana Santa 2015 contém as celebrações, informações de utilidade pública para os turistas, a programação e fotos de anos anteriores. Cada dia é explicado com seu significado e manifestações de fé.

O endereço do hotsite é http://semanasanta2015.pmmariana.com.br/ ou acesse pelo site oficial www.mariana.mg.gov.br.



PROGRAMAÇÃO

SEMANA SANTA - PROGRAMAÇÃO DA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE ASSUNÇÃO

Setenário das Dores

De 21 a 27 de março, às 19h, na Catedral da Sé.

Confissões:

19 de março – 19h

Catedral Basílica e Igreja Nossa Senhora do Rosário

19 de março – 19h

Igreja Nossa Senhora Aparecida e Igreja Nossa Senhora da Glória em Passagem de Mariana

Semana Santa – De 30 de março a 02 de abril, de 8h30 às 11h30

Santuário de Nossa Senhora do Carmo e Igreja de Nossa Senhora Aparecida, no Bairro Cabanas.

 

DIA 28 DE MARÇO – SÁBADO

10h – Celebração Eucarística presidida pelo Arcebispo Dom Geraldo Lyrio Rocha e

concelebrada pelos padres da Arquidiocese

19h – Via Sacra da Catedral da Sé para a Igreja de São Pedro.

 

DIA 29 DE MARÇO – DOMINGO

Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor:

Dia nacional da coleta da Campanha da Fraternidade

07h – Bênção e distribuição de ramos em frente a Policlínica Côn. José de Arimatéia e

procissão pata Igreja Nossa Senhora Aparecida. Celebração Eucarística.

18h – Benção e distribuição de ramos na Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Procissão para a Praça da Sé. Celebração Eucarística presidida pelo Sr. Arcebispo Dom Geraldo Lyrio Rocha.

DIA 30 DE MARÇO – SEGUNDA-FEIRA

19H – Celebração Eucarística na Catedral e Trasladação da Imagem do Senhor dos Passos para

a igreja de Nossa Senhora do Rosário. Sermão do Pretório pelo Pe. Euder Daniane Canuto.

DIA 31 DE MARÇO – TERÇA-FEIRA

19h – Celebração Eucarística na Igreja de Nossa Senhora do Rosário.

19h30 – Celebração da Igreja de Nossa Senhora das Mercês. Em seguida, procissão do

Encontro e canto dos motetos. Sermão do Encontro por Dom João Justino, bispo auxiliar de

Belo Horizonte.

DIA 01 DE ABRIL – QUARTA-FEIRA

19h – Celebração na Igreja de São Pedro dos Clérigos. Em seguida, procissão de Nossa Senhora

das Dores para a Catedral Basílica e sermão da Soledade pelo Revmo. Pe. Marcos Macário Mendes. A seguir, Ofício das Trevas.

19h – Caminhada Penitencial saindo da Capela de São José para a Igreja de Nossa Senhora

Aparecida. À chegada, reflexão sobre a Paixão do Senhor.

DIA 02 DE ABRIL – QUINTA-FEIRA SANTA

Missa da ceia do Senhor e adoração

19h – Igreja de Nossa Senhora Aparecida

19h – Catedral Basílica. Conceleração Eucarística presidida pelo Senhor Arcebispo Dom

Geraldo Lyrio Rocha. Cerimônia de Lava Pés e Sermão do Mandatum. Trasladação do

Santíssimo e adoração até 0h. Desnudação dos Altares.

DIA 03 DE ABRIL – SEXTA-FEIRA DA PAIXÃO

05h – Via Sacra saindo da Gruta de São Judas, no Bairro São Cristóvão, para a capela de Nossa Senhora Aparecida no Bairro Canela.

05h30 – Via Sacra da Catedral para a Cartucha de Dom Viçoso.

09h – Ofício das Trevas na Catedral Basílica presidido pelo Sr Arcebispo Dom Geraldo Lyrio Rocha.

15h – Solene Ação Litúrgica – Catedral Metropolitana, presidida pelo Sr. Arcebispo. Igreja de N. Sra. Aparecida (Cabanas). Capela de São José (Cartuxa). Capela de São Vicente (Chácara). Capela de Santo Antônio e Capela de São Gonçalo.

19h – Descendimento da Cruz na Praça Minas Gerais e procissão do Senhor Morto pela Catedral. Sermão do Descendimento pelo Exmo Dom Darci José Niciole, bispo auxiliar de Aparecida.

DIA 04 DE ABRIL – SÁBADO SANTO

09h – Ofício de Trevas na Catedral

19h – Solene Vigília na Igreja de Nossa Senhora Aparecida

20h – Solene Vigília na Catedral Basílica, presidida pelo Sr. Arcebispo.

DIA 05 DE ABRIL – DOMINGO DE PÁSCOA

07h – Celebração da Ressurreição de Jesus Cristo na Catedral Basílica

08h – Celebração da Ressurreição de Jesus Cristo na Igreja de Nossa Senhora do Rosário e Igreja de Nossa Senhora Aparecida

10h - Celebração da Ressurreição de Jesus Cristo na Catedral Basílica e Matriz do Sagrado Coração de Jesus

17h – Celebração Eucarística presidida pelo Sr. Arcebispo Dom Geraldo Lyrio Rocha na Praça dos Ferroviários e Procissão da Ressurreição para a Catedral Basílica.


A programação completa está disponível no hotsite da Semana Santa http://semanasanta2015.pmmariana.com.br/