ACHMG

Pitangui

Regiao das tradições

Publicada em: 19 de março de 2012

Culinária Espanhola é sucesso absoluto no CVT


O Centro Vocacional Tecnológico (CVT) Irene Lopes Cançado Rocha, promoveu nos dias 27 de fevereiro a 02 de março um curso de culinária espanhola. Esta foi a primeira vez que o CVT de Pitangui ensina a preparar pratos consumidos em outro país que não o nosso. Ao todo, foram feitos 12 pratos variados e a turma aprovou a iniciativa.

A princípio foram disponibilizadas apenas 15 vagas, no entanto, a procura ultrapassou este limite, havendo 22 inscrições. Para não deixar que os demais alunos ficassem sem o curso, a equipe do CVT prontamente alterou o quadro e permitiu que todas as pessoas inscritas realizassem o curso.

Karla Ferreira da Silva, coordenadora do laboratório vocacional, fala porque trouxe o curso para o CVT. “Nós tivemos a ideia de trazer este curso devido à proximidade da Semana Santa, da quaresma, porque algumas pessoas não comem carne vermelha e a culinária espanhola usa muito as carnes brancas”.

Segundo Karla, os alunos ficaram encantados com o curso e disseram que irão incorporar estes pratos no consumo diário. A coordenadora do laboratório vocacional fala também que a grande diferença entre a culinária hispânica da brasileira é o alto consumo de azeite, vinagre e legumes (pimentão, conservas) cozidos, o que torna a culinária espanhola mais saudável.

Karla ressalta que com o sucesso do curso, há uma grande chance de trazer outras culinárias estrangeiras ao CVT. "Acho que tudo que é novidade, chama muito a atenção, então, com este curso, nós vimos que o pessoal gosta do que é novo e pode, através do curso, cozinhar coisas diferentes para a família no dia-a-dia”.

Iraídes Luiza de Vasconcelos Gontijo, instrutora do curso, aprendeu a cozinhar estes pratos na Espanha, onde morou por cerca de cinco anos. Agora, em terras brasileiras, Iraídes pretende repassar o que aprendeu e ajudar às pessoas novos e variados tipos de pratos para diversificar os tradicionais alimentos levados à nossa mesa. Iraídes nos conta como surgiu a ideia de apresentar mais esta novidade no centro vocacional. "Um dia conversando com a Tida (coordenadora geral do CVT), ela me propôs um dia ensinar estes pratos. Eu a convidei para jantar em minha casa e ela gostou. Há três semanas recebi o convite para apresentar esta culinária aqui. É uma culinária muito rica, muito gostosa e eu amo cozinhar, por isso me interessou a dar este curso”.

Patrícia Moreira Gomes, 23 anos, nos fala que já realizou quatro outros cursos no CVT e recomenda para outras pessoas. "Já fiz muitos cursos aqui, tanto de culinária quanto da área administrativa e gosto muito da oportunidade que o CVT nos dá de fazer vários cursos. Eu recomendo. Realmente é muito bom para o nosso aprendizado, para o nosso crescer". Sobre a culinária espanhola, Patrícia fala o que está achando do curso. "Estou achando ótimo,
está incrementando novas culturas que é a culinária mediterrânea e é mais saudável".

Jaqueline da Conceição, 42 anos, é outra frequentadora assídua do CVT e fala porque se interessou pelo curso. "Eu já faço cursos há muito tempo e eu interessei por ser um curso que eu ainda não conheço e pode vir a melhorar pra mim, porque eu trabalho com cozinha. Está sendo bem proveitoso, é uma culinária rica, bem suave, usa muito peixe, legumes, grãos, Regina Maria Teófilo Silva Fonseca, 45 anos, fala o que está aprendendo. "Estou achando muito bom, muito prático, uma alimentação natural que é fácil e diferente de fazer e a gente pode mudar os hábitos de alimentação, eu estou gostando bastante”, disse.

Regina Teófilo é uma das alunas destaque no CVT. Foi através de um curso realizado há sete meses no CVT que ela conseguiu uma vaga no SESC - Bom Despacho, (já é a segunda aluna encaminhada ao SESC, pelo CVT) e sugere que outras pessoas também faça o mesmo. "Eu estou gostando muito de trabalhar lá e sugiro que as pessoas sempre estejam passando no CVT, procurando por cursos e "fiquem de olho", pois são uns cursos muito bons, vocês não têm nada a perder mesmo. Depois do primeiro curso é que eu fui indicada pelo CVT, já fiz uns cinco cursos aqui e sempre indico", ressalta Regina.

Maria Auxiliadora Oliveira, 66 anos, fala da satisfação em fazer o curso. "Eu estou adorando, estamos fazendo muitas comidas gostosas, estou encantada com a turma, é uma coisa muito boa. Eu já fiz o curso da soja, adorei. Eu gostei de todos os pratos, mas o que eu mais gostei foi a salada de macarrão, estava excelente", afirma Maria.

Abaixo, a Ensalada de Pasta (Salada de Macarrão), apontados pelos entrevistados como uma das melhores receitas apresentada no curso:

Ensalada de Pasta (salada de macarrão)
200g de ervilha congelada

01 pct de macarrão parafuso
Pique as cenouras em pedaços pequenos e coloque para cozinhar junto com o macarrão,
quando o macarrão estiver cozido escorra a água e deixe esfriar, apos misture os ingredientes.