ACHMG
REGIÃO DAS
Tradições
  1. Caeté
  2. Lagoa Santa
  3. Pitangui
  4. Sabará
  5. Santa Luzia
Programas de Rádio
Cidades Históricas divulga o novo Conservatório de Música do Serro

O Cidades Históricas de Minas hoje vai te levar para a tricentenária cidade do Serro, que é a terra natal de um dos mais importantes e representativos compositores do barroco colonial mineiro, Joaquim Emerico Lobo de Mesquita, e agora vem resgatar a história e tradição musical de seu compositor maior.

O Conservatório Estadual de Música “Lobo de Mesquita”, que está sediado em Diamantina, cidade em que viveu o compositor serrano, vai abrir um segundo endereço, em termo de cooperação assinado com a Prefeitura Municipal de Serro.

Inicialmente serão ministrados cursos de violão, flauta doce, percussão e musicalização. As aulas terão início em fevereiro de 2019. E as inscrições para seleção de alunos estarão abertas entre os dias 07 a 11 de janeiro do próximo ano. A solenidade de Instalação do Conservatório Lobo de Mesquita na cidade de Serro, aconteceu no dia 19 de dezembro.

A abertura do segundo endereço do Conservatório Estadual de Música “Lobo de Mesquita” é considerado um marco na histórica vocação musical do Serro, além de resgatar uma tradição cultural do município. Para saber mais sobre o Conservatório é só entrar em contato com a Secretaria Municipal de Educação do Serro, pelo telefone 38 – 3541-1637 ou acessar o portal: cidadeshistoricasdeminas.com.br.

Serro

Em última reunião da Associação das Cidades Históricas, prefeitos entregam carta aberta ao governador eleito, Romeu Zema

Em última reunião do ano, realizada nessa quinta-feira (13), os 30 prefeitos que compõem a Associação das Cidades Históricas de Minas Gerais (ACHMG) elaboraram uma carta aberta, denominada de “Carta de Itapecerica”, reivindicando a conservação e manutenção do legado histórico, artístico, cultural e arquitetônico das cidades, além de solicitar a manutenção da Secretaria de Estado de Cultura.O documento, produzido durante a última reunião da entidade, foi entregue ao representante do governador eleito, Romeu Zema (Novo), Dr. Bernardo Silviano Brandão, em Itapecerica, no Centro-Oeste.

Na ocasião, além dos prefeitos que fazem parte da associação e do representante do futuro governo, jornalistas, pesquisadores, historiadores e o Secretário de Estado de Cultura, Ângelo Oswaldo, também estiveram presentes.

Na “Carta de Itapecerica”, os representantes que integram a entidade, pedem que o futuro governador preserve a Secretaria de Estado de Cultura diante da importância do patrimônio cultural para o estado. “Minas Gerais não pode ficar sem esta secretaria. Nós precisamos desta política pública, deste braço para ter identidade. Por isso é muito importante sua existência no novo governo”, afirma Wirley Rodrigues Reis, prefeito de Itapecerica e vice-presidente da associação.

Além da petição quanto à manutenção, no documento elaborado os prefeitos apresentam as necessidades vividas pelos municípios. “Nós temos os nossos motivos para isso. Não podemos permitir que a cultura diminua. Minas Gerais é o berço da cultura no país e, além disso, tem metade do patrimônio histórico tombado brasileiro”, disse José Fernando Aparecido de Oliveira, presidente da associação e prefeito de Conceição do Mato Dentro.

Clique aqui para ouvir